Sem categoria

FLOTADOR POR AR DISSOLVIDO (FAD) x DECANTADOR

Assim como o decantador, a finalidade do Flotador por Ar Dissolvido (FAD) em uma ETA é separar os sólidos da água bruta. No sistema de flotação, as partículas sólidas são removidas da água após a adição de ar no tanque, onde microbolhas se agregam com as partículas sólidas e flutuam até a superfície do tanque, formando uma camada espessa de lodo, no qual é removido por um raspador superficial. 

As bolhas de ar são geradas a partir da pressurização (4 – 5,5 bar) da corrente líquida por ar dissolvido, por meio de um compressor. Este fluxo saturado é recirculado (5 – 10% da vazão total), e então misturado com o efluente no tanque. 

Teoricamente, é mais fácil gerar um floco leve para a flotação do que um floco pesado para decantação. O FAD se mostra mais eficiente na remoção de algas do que decantadores, removendo cerca de 98,0% das algas presentes na água bruta. Além disso, o flotador ocupa uma menor área e consome uma quantidade menor de produtos químicos, em relação ao decantador. 

Por fim, é importante salientar que é imprescindível uma correta coagulação precedente ao FAD, assim como na decantação. De um modo geral, os coagulantes empregados no sistema de decantação, são, também, apropriados para a flotação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *